segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Impressiona

Impressionante como na hora de ir embora do trabalho penso em ligar pra casa em Urânia, antes do milisegundo que me traz à realidade. Absolutamente impressionante a nitidez ao lembrar das tardes tomando cerveja nas cadeiras da varanda "onde corre um vento gostoso". Impressionante como meu jeito de olhar no retrovisor interno do carro ou segurar o volante são idênticos aos do meu pai. Impressionante como minto pra mim mesmo que estou sendo forte e às vezes até acredito. Impressionante a vontade de voltar no tempo. Impressionante como penso muito, muitíssimo mais na minha família.

Impressionante como me aproximo do meu pai.

Hoje, 5 meses.
Let's Rock! >>> Cat Stevens - Father and Son
"(...) All the times that I've cried / Keeping all the things I knew inside / And it's hard, but it's harder / To ignore it (...)"

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Ano Novo

Primeiro natal sem meu pai. Primeiro reveillon sem meu Pai. O costume nessas datas era chorarmos abraçados. Primeiro aniversário sem meu pai. O costume era, no mínimo, chorar ao telefone. No natal, chorei quieto na cama. No reveillon, chorei de soluçar, mas não chorei no aniversário, fiquei no quase. Talvez pq todo mundo ficava me olhando pra ver se eu estava triste - tenho mania de transparecer força, apesar de às vezes fraquejar (como nesse texto).

E impressionante como ainda parece mentira, brincadeira de mau gosto, um pesadelo forte demais.

Happy new year pra você também.

Let's Rock! >>> Pearl Jam - Release
"(...) Oh, dear dad can you see me now? / I am myself like you somehow (...)"