segunda-feira, 1 de março de 2010

Nick Hornby na revista Veja

Sabe Alta Fidelidade, com o John Cusack? Lembra de Febre de Bola, com a Drew Barrymore? Humm... talvez Um Grande Garoto, com o Hugh Grant? Todos são filmes baseados em livros do sujeito da foto: Nick Hornby.

A introdução da entrevista na VEJA é direta e eficaz: "Nick Hornby, 52 anos, é um dos principais nomes da ficção inglesa contemporânea. (...) às vezes descrito como alguém que se dedica a retratar um tipo muito específico: trintões e quarentões que se recusam a crescer. Seu tema, no entanto, é outro: a maneira como a cultura pop - e a música em especial - moldou a sua geração e as gerações seguintes. Seus personagens são um amálgama das canções que ouvem, do estilo de roupa que usam, do time para que torcem. Mas não são só superfície. Hornby sabe como dar densidade a cada um de seus heróis - sempre num estilo leve e mordaz."

A entrevista saiu na revista Veja há semanas, mas só consegui ler agora. E gostei bastante de três partes:

1. "no meu consumo diário de música, não quero ouvir algo que já ouvi 500 vezes antes."

2. "Compro CDs de vez em quando. Tenho a sensação de que, se não tenho a música fisicamente, ela se perde. (...) Gosto de comprar os CDs mais importantes: é mais fácil lembrar deles quando estão visíveis em uma pilha na minha casa.

3. "Logo que comecei a ir ao estádio (...) eu olhava ao redor e via homens de todas as gerações - garotos, adultos, velhos. Eu já imaginava então que o time seria uma paixão para a minha vida toda."

Saca identificação? Então. É nóis na fita!

Let's Rock! >>> The Shins - Pressed In A Book

Um comentário:

André Ramiro disse...

sem dúvidas, o cara retrata a perfeição...haha.
abs maluco!