terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Eu, a F1 e a ansiedade.

Desde pequeno acordo cedo aos domingos, seja às 9h ou às 4h30 - ou nem durmo com medo de não acordar -, só para ver a Fórmula 1 na telinha da Globo. Assisto aos treinos, de sexta e sábado.

Cresci vibrando com o 'tema da vitória' e as manobras de Ayrton Senna. Não tenho raiva do Galvão porque sei que ele gosta muito de F1. Pra mim, Rubens Barrichello é fera! E te destruo em argumentos se ousar discordar (haha). Eu saco de regulamento e acompanho os testes de pré-temporada. Conheço pelo nome várias curvas de autódromos clássicos. Torço pelo Brasil ao invés de torcer contra curintiânus (Rubinho, Senna) ou sãopaulinas (Massa, Di Grassi). Chorei de soluçar quando Rubinho ganhou a primeira corrida. Usei braçadeira de luto quando Senna morreu. Chorei de soluçar quando Hamilton superou Massa e foi campeão em 2008.

Isto posto, meu nobre, apenas para ratificar minha absoluta adrenalina e ansiedade para o dia 5 de novembro de 2010, quando estarei em Interlagos para, finalmente, do alto de meus 27 anos, acompanhar in loco (loco?) o GP Brasil de Fórmula 1. E depois de pensar seriamente na viagem em 2008 e 2009, eu tinha que ir.

Quero invadir a pista e chorar com Felipe Massa campeão do mundo!

Quero entrar em Interlagos e gritar "URÂNIA NA F1, PORRA!"

Let's Rock! Rubens & The Barrichellos - Brazil

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

TOP 3: Melhores de 2009

Começo de ano é assim mesmo, cheio de listas. Elaborei minha lista de cinco melhores para o site paulistano Scream & Yell e coloco aqui uma pequena amostra. O S&Y revela o Top Seven 2009 com o voto de 100 jornalistas, músicos e agitadores culturais em breve (já revelou).

melhor disco nacional
"Certa Manhã Acordei de Sonhos Intranquilos", Otto
"Nova Onda Caipira", Charme Chulo
"Vagarosa", Céu

melhor disco internacional
"(The Album)", Wilco
"Broken", Soulsavers
"Breakup", Pete Yorn & Scarlet Johansson

melhor música nacional
"6 Minutos", Otto
"Nova Onda Caipira", Charme Chulo
"Eu Não Sou Um Bom Lugar", Hotel Avenida

melhor música internacional
"Some Misunderstanding", Soulsavers
"One Wing", Wilco
"Black's Dead", Pete Yorn & Scarlet Johansson

melhor capa de disco nacional
"Vagarosa", Céu
"Como Nun Filme Sem Um Fim", Pública
"Life is a Big Holiday for Us", Black Drawing Chalks

melhor capa de disco internacional
Jason Isbell & The 400 Unit
"The Treatment", Early Day Miners
"Journal For Plague Lovers", Manic Street Preachers

melhor show nacional
Beto Só (Rock de Inverno 7, Curitiba/PR)
Charme Chulo (Teatro do Sesc da Esquina, Curitiba/PR)
Hotel Avenida (Rock de Inverno 7, Curitiba/PR)

melhor show internacional
Radiohead (Just a Fest, São Paulo/SP)
Beirut (Via Funchal, São Paulo/SP)
Jens Lekman (Era Só O Que Faltava, Curitiba/PR)

melhor filme internacional
Bastardos Inglórios
Gran Torino
(500) Days Of Summer

Let's Rock! >>> Banda Gentileza - Maior com Sétima

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Vida real: chucrice às 8h30 de uma quarta-feira

Quarta-feira, 08h30, Extra Hipermercado, a procura de um mouse pro computador da empresa. Já na seção de informática, um clone da Marinete ("A Diarista") tira a poeira dos teclados, cabos, mouses... e conversa sorrateiramente com um rapaz, que aparenta também trabalhar no mercado. Enquanto me atento à busca pelo mouse mais barato, o papo dos dois segue inaudível.

Até que o rapaz força um tom de voz mais grave: "ê, corpão bão pra dar uns aperto".

Eu olhei pra moça, confesso. 1,60m, mezzo balzaca, curvas um tanto mal distribuídas, mais gorda do que deveria, salto plataforma, guarda-pó em mãos. Nada demais, porém, menos feia do que você imagina.

A resposta foi em tom desafiador: "se pegar, tem que pegar tudo". No mínimo, esses dois já se entreolham há tempos pelos corredores do Extra. Tudo isso em segundos. E a prosa continua.

"Sou bão pra isso", disse o rapaz, sem pestanejar. E a moça riu feito Papai Noel, num misto de charminho e deboche. O cara dá um passo adiante e aproxima a mão da cintura, como se fosse apertá-la. Meio assustado, eu disfarço.

Em seguida, ainda com as mãos perigosamente próximas da guria, a pérola: "Já tem os sinais das minhas garras antes de apertar". Amigos, eu precisava olhar os sinais das garras do cara na cintura da mina. E aí eu vi o quê você está imaginando. De fazer inveja aos afluentes do Rio Amazonas.

Então peguei um mouse de r$12,99 e vazei.

Let's Rock! >>> Gal Costa - Coração Vagabundo