sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Da introdução das músicas do New Order

Poucas bandas tem o privilégio de ter as músicas tão facilmente reconhecidas nos primeiros segundos. Os maiores hits do New Order são assoviáveis por quem nem liga muito pra música ou nem imagina que já existiu uma banda chamada Joy Division. É impressionante como todo mundo reconhece a linha de baixo ou os riffzinhos ou a toada da bateria, basta ouvir algumas vezes e pronto, grudou.

Pra se ter uma idéia, atente às pistas de dança. O início de "Blue Monday", por exemplo. No primeiro segundo já se ouve uns gritinhos da galere, mesmo que ninguém saiba exatamente qual é a música, todo mundo se diverte e acompanha o ritmo com a boca/mãos/pés... do jeito que der.

E isso, claro, acontece em "Bizarre Love Triangule". Ou, em eventos mais alternativos, na bateria guitarrada de "60 Miles An Hour" e "Crystal". E na batida de "Krafty", fantástica. Os tapas de "True Faith". E "Love Vigilantes"? Quem não souber é mulher do padre.

Portanto... uma salva de palmas para Peter Hook, Bernard Sumner e Stephen Morris. Seria esse o segredo do sucesso da banda? E eu nem vou falar sobre Joy Division...


Kraft, com legendas.

Let's Rock! >>> Monaco - What Do You Want From Me

Nenhum comentário: