sexta-feira, 20 de março de 2009

Radiohead no Brasil


Como bem disse Abonico Smith, os aguardadíssimos shows do Radiohead no Brasil - hoje no Rio de Janeiro e domingo em São Paulo (este último com presença deste escriba) - são duas raras oportunidades de ver e ouvir músicas importantes e emblemáticas para o rock contemporâneo.

Nada contra shows recentes no Brasil com clássicões como "Satisfaction" (Rolling Stones), "Losing My Religion" (R.E.M.) ou "Like a Rolling Stone" (Bob Dylan) - eu, inclusive, queria muito tê-los visto ao vivo -, mas essas músicas foram importantes e emblemáticas há 20, 30, 40... 50 anos!

E é difícil (pra caraleo) ver e ouvir clássicos recentes no Brasil, portanto sinto-me na obrigação - até por ter perdido os shows supracitados - de ver ao vivo "Paranoid Android", "No Surprises", "Creep", "Idioteque"...

E um belo aperitivo para os shows de Thom Yorke e asseclas é a contagem regressiva que o Marcelo Costa preparou no Scream & Yell para esmiuçar os setes discos da banda inglesa:

Pablo Honey: obra-prima do Radiohead, de 1993, por Eduardo Palandi.
The Bends: o melhor do Radiohead, de 1995, por Renata Honorato.
Ok Computer: um disco fundamental, de 1997, por Tiagão Agostini.
Kid A: o Radiohead no topo do mundo, de 2000, por Luís Henrque Pellanda.
Amnesiac: a vanguarda do rock, de 2001, por Marco Tomazzoni.
Hail To The Thief: a volta das guitarras, de 2003, por Marcelo Costa.
In Rainbows: o álbum da década, de 2007, por Alexandre Matias.

Obs: o canal pago Multishow transmitirá o show do Radiohead em São Paulo, ao vivo, no domingo por volta das 22h.

Let's Rock! Radiohead - Just (The Bends) / Radiohead - Lucky (Ok Computer)

2 comentários:

Fernando Souza disse...

pra mim o jeito é ficar ligado na tela do Multishow!

Lady Hepburn disse...

Concordo em gênero, número e grau. Eles vieram tocar aqui no seu melhor momento. Fui com gosto a este show.