terça-feira, 24 de março de 2009

Chácara do Jockey, São Paulo, Brazil.

A verdade é que o show do Radiohead foi PHODA demais. Depois de quinze anos, sete álbuns e milhares de boatos, a expectativa era altíssima. E foi atendida. Muito bem. E acredito piamente que daqui dez anos, os 30 mil que formaram aquele mar de gente vão se transformar em 200 mil, tamanho número de pessoas que vão jurar ter estado lá.

E um paradoxo gostoso era todo mundo se perguntar o porquê de tanta espera por um show do Radiohead no Brasil e, após a apresentação, constatar que melhor momento não poderia haver. Thom, John, Colin, Ed e Phil formam uma banda no ápice de sua maturidade, dominando seus instrumentos sem virtuosismo, fazendo reverência à própria história sem saudosismo caricato e executando as músicas com a energia exata. E não tô exagerando.

A exuberância do palco resplandecia nos olhos arregalados da platéia. E a complexidade dos tubos luminosos suspensos pelo teto - num lance meio estalactite - e a edição ao vivo dos telões com closes de câmeras fixas em cada integrante, fez o palco mais bonito que eu já vi na vida. Total sinergia entre som, luz e vídeo. E não tô exagerando, contemplação absurda.


Em Paranoid Android, uma catarse. Urros incontroláveis ao final da música fizeram com que Thom Yorke retomasse os acordes e a acompanhasse o público. Em outros momentos do show, Thom canta e as 30 mil pessoas ficam absolutamente quietas, numa introspecção de assustar. Vou repetir: TRINTA MIL roqueiros fantasticamente em silêncio. Vi dois ou três marmanjos chorando quietos, sem viadagem, emoção sincera e espontânea. E não tô exagerando, transe coletivo total.

All I Need, Karma Police, Climbing Up The Walls. Weird Fishes/Arpeggi, Jigsaw Falling Into Place, Idioteque e Optimistic. Paranooooooid Android. Fake Plastic Trees, quase chorei. Lucky e Everything In Its Right Place. Em Creep, fique rouco e quase chorei de novo.

Apenas alguns exemplos do setlist com 26 canções, executadas em quase 2h30min de show. Ainda assim, senti falta de No Surprises, Just e High & Dry, confesso - só pra não ficar sem reclamar. Mas, tudo bem, tô feliz. A viagem longa e cansativa, os terríveis problemas da organização... tudo recompensado por um puta show. HIS-TÓ-RI-CO, véio!

Thom, Johnny, Ed, Colin e Phil... Obrigado, Radiohead!

(Updeite-se: já tá rolando um "DVD" do show do Radiohead em SP. Só baixar o torrent aqui.)

Let's Rock! >>> Radiohead - Weird Fishes/Arpeggi

4 comentários:

juju disse...

baixa pra gente tentar se achar!!!
faltou.. let down.. só pra reclamar!
:****

larissa.wanderley@gmail.com disse...

não está rolando o torrent. você conseguiu baixar?

Marcelo Urânia disse...

o torrent está rolando sim.

baixei o torrent na quarta-feira e só hj terminou de baixar o vídeo.

showzaço lindjo!

André Ramiro disse...

É meu amigo, ainda bem que foi uma insanidade coletiva, senão ninguém iria acreditar..abração