quinta-feira, 22 de novembro de 2007

TIM FESTIVAL CURITIBA

Hot Chip, Björk, Arctic Monkeys, The Killers e 12 mil pessoas

Os shows começaram às 19h, horário ingrato para assalariados. E ainda esqueci os ingressos em casa, tive que voltar pra pegar e perdi o Hot Chip. Ouvi apenas o hit Over And Over, e lá de fora, mas dizem quem não perdi muito. Expectativa pro show da esquisitona Björk. E achei chato. Até sonolento, apesar da presença de palco da islandesa ser um espetáculo. Um show lindo, visualmente. Pra quem não conhece todas as músicas, o som é uma espécie de electro-bolero. Só consegui gostar de Joga e Army Of Me, o resto não me agradou nem um pouco.

E vieram os queridinhos da Inglaterra. Milhões de discos vendidos depois... Arctic Monkeys no palco. No começo, mas bem no comecinho, foi vibrante porque serviu pra espantar a sonolência do show da Björk - qualquer guitarra-baixo-bateria teria o mesmo efeito. E a segunda metade do show foi reservada à firmeza dos hits. O quê mascara toda frieza e falta de presença de palco. Entre esses dois momentos, aproveitei pra ir ao banheiro. E, muito bom, vi um gurizão curtindo com o pai do lado. No final das contas, o show foi distante, frio e pouco comunicativo, mas funcionou. A platéia indie/adolescente já sabia do comportamento da banda e aproveitou.

Aí, o grande momento. Público inquieto com a produção do show. Flores, luzes, penduricalhos e um painel com o nome Sam's Town. Em poucos minutos, The Killers no palco. O som não estava redondinho, mas o caminhão de hits do Hot Fuss e as muito boas músicas do último disco fez a Pedreira pular, foi foda. Somado à performance impressionante do Brandon Bigode Flowers... pronto, tá feito o rock. O público cantou urrando os mega-sucessos Somebody Told Me, Smile Like You Mean It , Mr. Brightside e Jenny Was A Friend Of Mine. No finalzinho, no coro em For Reasons Unknown e All These Things That I've Done gastei minhas últimas energias antes de ir pra casa. Showzaço! O show da noite.

E em um ano que vi poucos grandes shows, The Killers fez o show do ano.

Let´s Rock! >>> The Killers - Jenny Was A Friend Of Mine

Nenhum comentário: